2 de jul de 2012

Pensamentos estereotipados que aparecem na noite.

  


Acho que tristeza é como estar na beira do mar.
A onda vem forte, te domina, te sufoca e depois vai embora.
A areia quente te envolve, a luz do sol arde os olhos, o ar invade seus pulmões,
até vir outra onda.
E assim vai até o sol se pôr, de vez.


Nenhum comentário